3 de janeiro de 2009


Saber viver para aprender a morre

O medo de MIM A MIM FAZ SOFRER;
NÃO FOI A PIOR DAS MINHAS DORES;
MAIS CERTAMENTE CRIOU MUITOS OBSTÁCULOS E PEDRAS SOBRE OS MEUS CAMINHOS E EM TODAS AS MINHAS ESTRADAS;
SOFRER MAIS QUE A PRÓPRIA PALAVRA, SENTIR NO PULSAR QUE SOFRER NEM SEMPRE SIGNIFICA APRENDER COM A NOSSA DOR IMPIEDOSA E MESQUINHA;
QUE NADA TEM DE CRISTÃ É INSANO;
É INCOMPREENSÍVEL E QUE SOFRER NÃO TEM NADA DE CORAÇÃO TEM HAVER COM ESCOLHAS, DEFINIÇÕES, OPÇÕES MINHA FÉ NO DESCONHECIDO LEVOU-ME PRA CAMINHOS ESCUROS QUE EU PENSEI QUE ERAM CLAROS;
E COMO ENTENDER ESSA LÓGICA, A RAZÃO QUE NOS LEVA NÃO AO AMOR, MAS SIM AOS ENCONTROS DESASTROSOS E INCONVENIENTES, ABSURDO DOR IMPROPRIA E DESMEDIDA E O QUE É PIOR DESQUALIFICADA
Minha alma tem o peso que carrega a luz;
Tenho nos ouvidos o som da musica que me guia e fortalece;
Sei o peso das palavras;
Principalmente se ditas, escritas, gritadas seu eco continua pelo mundo afora!
Os homens precisam saber que existe outro mundo la fora; e que existe um mundo gigante dentro de cada um de nos...
Quero estar no silencio das palavras Impronunciáveis;
Quero ter a incomunicabilidade e o silêncio como companheiros e amantes eternos;
Mesmo que eu fale de amores, dos que amam ou dos que possivelmente deveriam amar-se;
Nunca deixar os conflitos internos ou externos o tema principal da cama!
Relacionamentos têm que ter vida longa pelo menos no sentimento;
Rancores, incompreensão nunca deram sentido nem a vida nem ao amor;

Nenhum comentário: