15 de fevereiro de 2009

ENTRELAÇADOS
Esta na hora meu amor amado; de esquecer tudo e principalmente a falta que me fizeste AMOR; necessito arrancar de mim essa loucura que nasceu por amar-te tanto assim; sinto em mim tanto vazio; tanto silêncio que posso senti-me em desespero a soluçar; esta aqui bem dentro do meu peito; e vive a torturar-me por ter deixado o muito que havia em entre nos dois; e que deixamos nos abandonar; ainda temos tempo para vivermos esse amor tão grande, vejo caminhos para explorarmos juntos; tu o conheces e a mim dissestes olha-me dentro dos teus olhos; me via entrelaçada em ti; quantas vezes meu amor me vi despetalar; mas agora me olhando nos espelhos, metais, portas, janelas; nas ruas; mas do que tudo amor nos necessitamos tanto; entra a porta esta entre aberta; vem com passos leves como uma brisa flutuante, suavemente abraça-me e nunca mais meu amor deixa-me ir...
Céu

14/02/2009









Um comentário:

Sombras de Anjos disse...

Talves a partida é dolorosa ...
Mas quando vai por completo nõa nos machuca tanto por fora...
Os amores vão e voltam..nõa sei por que , mas eles voltam...
Adorei o texto!
Escreve muito bem!
Visitarei sempre...sempre..